Um ano de maratona

(texto original escrito a 15 de Outubro de 2018)

Faz hoje precisamente um ano em que participei na Maratona de Lisboa, a minha primeira. A preparação não foi isenta de dificuldades, a temperatura nesse dia não ajudou e o tempo final não foi dos mais famosos mas a primeira maratona não se esquece. E não a esqueci, especialmente ontem a ver a transmissão da edição deste ano, a acompanhar colegas que nela participavam e a vivê-la como se lá estivesse.

A maratona ensina muita coisa e é por isso que é especial. Mostra que o sacrifício vale a pena e o quão essencial é planeamento, não só a curto como a longo prazo. Ensina também a relativizar a vida porque a dor é passageira e melhores alturas virão.

Desde há um ano para cá comecei a levar mais a sério esta segunda vida e elevei a fasquia porque para objectivos fáceis não valeria a pena. Adquiri também muitos conhecidos e amigos o que é um factor essencial para o sucesso. Aprender e ensinar a cada dia tornam-nos melhores pessoas e atletas. Começamos a viver as conquistas deles como se fossem as nossas. E as nossas sabem ainda melhor, junto daqueles que connosco treinam e da família que nos apoia. Corremos por nós e também muito por eles.

Neste período de doze meses já corri cerca de 1500 quilómetros, fiz 2 provas de 10K, uma de 15, uma de 20, uma meia maratona e ainda outra maratona. E estou ansioso pela próxima…

Partilha:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *